sexta-feira, 15 de junho de 2012

Permissão Internacional Para Dirigir no Chile

Não é necessário!  Basta a CNH !
Muitos blogs trazem a informação de que o PID é um documento obrigatório para condução de veículo no Chile, por não fazer parte do Mercosul.
Apenas um Site, de um empresa fabricante de automóveis, e o Site Portal Chile informam não ser necessário.
Não nos demos por satisfeitos - enviamos emails para Embaixada do Brasil no Chile, Embaixada do Chile no Brasil, consulados, etc...
Obtivemos do Consulado Honorário de Chile en Florianópolis (conhochilefpolis@hotmail.com) a resposta abaixo:



13 comentários:

  1. Olá!

    Vou para o Chile em janeiro/2013 e também estou nessa de precisa ou não precisa. Vocês receberam uma resposta negativa, eu mandei email para o Consulado General de Chile e falaram: "Carteira de habilitação: Conforme instrução que consta na página web dos Carabineros de Chile: http://www.carabineros.cl/noticias/tto_verano.htm
    Deverá ser exigida para brasileiros a carteira internacional de habilitação. Caso necessite de maiores informações quanto ao referido documento,acesse: http://www.touring.com.br/permissaointernacional.htm"

    O complicado é que nenhum desses itens abrem.

    Vocês ainda não foram, certo?

    Isso é que nem os itens obrigatórios da Argentina. Cada lugar fala uma coisa. Esse eu li a lei e só achei que os itens obrigatórios são: extintor de incêndio e 2 triângulos.
    Vocês têm mais informações?

    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amalia,
      Realmente o assunto é controverso, mas ainda não lemos relato afirmando o pedido de PID pela polícia chile - consta a necessidade em vários blogs, o que nos levou a indagar diretamente no consulado, obtendo a resposta acima. Pelo sim, pelo não, se resolver levar tal permissão, vá diretamente ao Detran de sua cidade - sai bem mais barato - em Floripa cerca de R$ 60,00. Nós vamos levar cópia da resposta do consulado.
      Quanto a Argentina, dezem que é mais problemático, mas depende de sorte (ou azar)- dê uma olhada nesse link (http://viajandodecarro.com.br/viagens/viajando-de-carro-pelo-brasil-uruguay-argentina-e-chile-junho-de-2009/documentacao-e-itens-obrigatorios/)- é de um casal com bastante experiência em viages de carro pela Argentina e Chile, e tem uma grade de documentação necessária em cada país.
      Quanto a nossa viagem, que seria em setembro, adiamos para dezembro, dia 27, pois os dias são mais longos e conseguimos conciliar férias, feriados, etc...
      Boa viagem a vocês!

      Excluir
  2. Oi!

    Esse é um problema, pois aqui em São Paulo a PID custa mais de 200 reais, se não me engano uns 213 reais. Por isso quero ter certeza, pois é um valor considerável. E como eu disse, nossa resposta foi do Consulado que fica em São Paulo, então são dois consulados dando respostas controversas.
    Enviei um email para esse mesmo consulado, de SP, falando que o de Floripa falou que não precisa, e pedi para que me confirmassem isso. Quando e se me responderem eu aviso a vocês.
    Esse blog eu já conheço, mas se nem mesmo os consulados têm informações precisas, como vou saber o que é obrigatório ou não?
    Li a lei argentina de cabo a rabo e não fala nada de kit de primeiros socorros e fala até que é proibido rebocar outro carro, não sendo obrigatório o cambão, ao mesmo tempo, recebi email de dois consulados argentinos e só 1 falava do kit e os dois falavam do cambão.

    Partiremos de São Paulo dia 25 de dezembro, quem sabe nos cruzamos por aí.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Poxa, seria legal nos encontrarmos no caminho! Vocês farão um roteiro parecido com o nosso?
    Quanto ao valor do PID em SP, é realmente "uma facada"! Como falamos, vamos apenas com a CNH.
    Qto a Argentina, vamos levar Kit socorro, um cabo de aço (na verdade nylon) para reboque, farol auxiliar adesivado de amarelo, "Ley de tránsito" impressa e pouquíssimo dinheiro no bolso pois não pretendemos pagar propina. No Chile não há esse problema, aliás nunca insinuem tal coisa aos Carabineros, não admitem.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    O Consulado de São Paulo respondeu falando que não sabia dessa informação e o de Florianópolis respondeu igual ao que vc postou aqui, então vamos sem PID tbm!
    Nosso roteiro vai ser diferente, vamos fazer o caminho inverso e maior, pois vamos sair pelo Chuí, passar por Montevidéu, Buenos Aires, ir até o Ushuaia, El Calafate, Bariloche, Pucón, Santiago, Mendonza... Pulei alguns lugares, mas é isso no geral.
    Quanto a propina, estou sabendo que no Chile eles são honestos! Ainda bem!!! Já to vendo os policiais argentinos inventando itens... Espero que tenhamos sorte!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Cara foi muito legal, sem problemas. Tomamos apenas uma multa na Argentina, por "Falha Nossa" - esquecemos de acender os faróis - lá é obrigatório faróis acesos mesmo durante o dia, em rodovias. Se quiser mais detalhes veja o relato (http://nosvamosdecarro.blogspot.com.br/2013/01/patagonia-e-lagos-andinos-de-carro.html) ou escreva para nosvamosdecarro@gmail.com.

      Excluir
  6. Legal as informações de vocês. Estou indo com uns amigos também para esses lados: Uruguai, Argentina e Chile. Tenho um dúvida: o carro sendo de terceiro precisa de uma tal autorização do proprietário, registrada em cartório e com firma reconhecida. Teriam algum modelo dessa autorização? Sabem onde encontrar alguma referência?
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí "Anônimo", esse assunto também era dúvida para nós, mas procurando te ajudar, encontramos esse site - http://alliate.com.br/index.php/documentacao-necessaria-para-viajar-de-carro-pelo-mercosul-e-chile/ .
      Nos parece bem esclarecedor.
      Grande abraço, boa sorte e boa viagem!

      Excluir
  7. ola estamos planejando viagem para o Chile no final de dzembro , inicio de janeiro e não entendi se é necessário o PID ou não.. alguém poderia me esclarecer?? obrigada
    Regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí Regina... NÃO PRECISA. Fomos em janeiro 2013 para o Sul do Chile e em Fevereiro 2014 para o Atacama. Fomos parados uma vez em cada viagem no Chile e várias vezes na Argentina... sempre apresentamos a CNH, sem problemas. Podes tirar mais dúvidas nesse site: http://alliate.com.br/index.php/documentacao-necessaria-para-viajar-de-carro-pelo-mercosul-e-chile/. Boa Viagem!!!

      Excluir
  8. Olá, que bom que achei seu post! Já estávamos malucos com as informações que se contradizem a cada nova pesquisa. Quanto ao PID, apenas para ilustrar, na Bahia custa a bagatela de mais de R$ 500,00. Dá para acreditar. Tirei há alguns anos e foi cerca de R$ 90,00. Agora, como somos um estado muito rico, o governo "atualizou" o valor para R$ 500,00 e uns trocados.
    Aproveito para perguntar: como funciona a questão do consumo de álcool? É radical como no Brasil ou se pode fazer algum consumo (como na Itália, por exemplo)? Como muitos passeios são a vinícolas e eles tb consomem muito vinho, tem alguma flexibilidade?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosane...
      Que bom que ajudamos... ou que te livramos de um assalto - R$ 500,00 é realmente um assalto!
      Quanto consumo de bebidas alcoólicas, fazemos somente à noite, após guardar o carro. Aqui, embora a fiscalização não seja muito intensa, dá problemas... imagina lá fora. No Chile é proibido beber na rua - somente em bares ou restaurantes com mesas nas calçadas, mas andando na rua, nunca. Na Argentina, os policiais rodoviários, quando não inventam, esperam o menor "furo" para nos "ferrar" - nunca tivemos problemas, mas já lemos bastante relatos.
      Assim, nossa dica é beber à noite!
      Abraço1

      Excluir

Deixe aqui sua mensagem ou opinião